Foto ilustrativa:


Herodes Agripa I

Herodes Agripa I era filho de Herodes o Grande com Mariamne, embora religiosos e a mídia diga que era neto.

Herodes Agripa I era tio de Shaul, Costabarus e Cypros III

Ele foi considerado um irmão pelos Judeus, participava dos ensinamentos no templo

Herodes Agripa I foi o melhor rei Herodiano para os Judeus, e pode ter sido assassinado.

Os religiosos que criaram este novo testamento, inventaram uma historia macabra, aonde ele teria morrido coberto de bicho por não ter dado gloria a deus.

Ora, e porque os judeus que ministrava no templo ficaram impunes?

Eles tambem não davam gloria ao deus dos romanos, que por sinal ainda não existia.

Na verdade não se sabe quem mente mais, os religiosos ou Satanás, acredito que empata.

Detalhes


Josefo:

As riquezas fluíram para Agripa em alegria por um domínio tão grande. Não abusou do dinheiro que tinha em pequenas coisas, mas começou a cercar Jerusalém com um muro, que se tivesse sido levado à perfeição tornaria impraticável que os romanos a tomassem por cerco.

Mas morreu em Cesareia antes de ter levantado as muralhas à sua altura, reinou três anos, como ele tinha governado suas tetrarchies três outros anos.

A Enciclopédia Judaica:

Ele governou seus súditos com compaixão e simpatia. Como os Asmoneans ancestrais de quem ele saltou através de sua mãe a nobre Mariamne, ele honrou a Lei. Como o plebeu mero, levava sua cesta de primícias ao Templo; com as pessoas que ele comemorou de forma adequada a Festa dos Tabernáculos, e ele dedicou ao santuário uma corrente de ouro com o qual Calígula o havia honrado.

Em uma ocasião, enquanto na rua, encontrou-se uma procissão nupcial que elaborou a deixá-lo passar, mas ele parou e mandou que têm precedência. Ele procurou aliviar a tributação, remetendo o imposto sobre casas em Jerusalém. Nas moedas cunhadas por ele ele cuidadosamente evitado colocar quaisquer símbolos que poderia ofender o sentimento religioso do povo. Assim, a prosperidade e conforto parecia estar nascendo de novo para os judeus.

Os romanos, contudo, ficaram com ciúmes dessa crescente prosperidade, e, às vezes secretamente, às vezes abertamente colocando todos os tipos de obstáculos em seu caminho. Quando ele começou a reparar as fortificações da capital, ele foi brutamente convidado a parar.

Suas tentativas de confraternizar com os vizinhos povos vassalos de Roma foram interpretados como presságio de rebelião. Sua morte súbita nos jogos em Cesaréia no ano 44, foi um golpe da política romana. Morreu em pleno vigor de seus anos, foi profundamente lamentado pelo povo.

Talmude:

O Talmud também tem uma visão positiva do seu reinado: a Mishná explicou como os judeus da época do Segundo templo interpretada a exigência de Deuteronômio 31: 10-13 que o rei lia a Torá ao povo. Na conclusão do primeiro dia de Sucot imediatamente após a conclusão do sétimo ano do ciclo, eles erguido um estrado de madeira no pátio do Templo, sobre a qual o rei sentou-se.

O atendente sinagoga pegou um rolo da Torá e entregou-o ao presidente da sinagoga, que entregou a deputado do sumo sacerdote, que entregou ao Sumo Sacerdote, que entregou ao rei. O Rei Agripa se levantou e recebeu-o e leu em pé, e os sábios elogiou-o por isso.

Quando Agripa chegou o mandamento de Deuteronômio 17:15 que "não se pode colocar sobre ti um estrangeiro", seus olhos correu com lágrimas, mas eles disseram-lhe: "Não temas, Agripa, você é nosso irmão, você é nosso irmão" o rei iria ler de Deuteronômio 1: 1 para cima através da Sema (Deuteronômio 6: 4-9), e depois Deuteronômio 11: 13-21, a parte sobre dízimos (Deuteronômio 14: 22-29), o porção do rei (Dt 17: 14-20), e as bênçãos e pragas (Dt 27-28).

O rei recitava as mesmas bênçãos como o sumo sacerdote, a não ser que o rei iria substituir uma bênção para os festivais em vez de um para o perdão dos pecados. (Mixena Sotah 7:8).

Esta historia de um tal anjo ter ferido o Agripa, não passa de um conto macabro.

Agripa foi o unico dos reis herodianos que andava lado a lado com os judeus no templo. E seria justamente este que o tal anjo resolveu matar?

E os outros Herodianos que eram assassinos? Será que estes para o tal anjo eram justos?

Nenhum judeu dava gloria a deus, pois este deus foi inventado pelos religiosos muito mais tarde, alias deus não é nome, é titulo.

Na verdade este novo testamento é um lixo montado pelos religiosos com a finalidade de enganar e manter o povo preso e escravizado pela religião.

Portanto eu digo que toda religião é politica, nada mais que isso. Cristianismo, que no passado eram um bando de assassinos, atualmente posa como um santo.




Comentários