Foto ilustrativa:


Judas da Galileia (Jesus deste novo testamento)



Atos 5:37

X

Judas da Galileia



Judas da Galiléia era filho de José chamado carpinteiro e neto da Cleópatra de Jerusalém

Este Judas da Galileia é o ponto chave da novela novo testamento, e Simão e Tiago eram seus irmãos.

Judas da Galileia criou uma revolta contra Roma, preso, castigado, ele e seus dois irmãos foram crucificados no ano 47 por ordem de Tibério Alexandre.

O mundo politico religioso tenta convencer o povo com suas ideias ao dizer que Judas da Galiléia, Judas de Gamala e Judas o Zelote é a mesma pessoa.

Ora, Judas de Gamala era tio de José o carpinteiro, portanto não tem nenhuma lógica tal ensino.

Na revolta do Judas o Zelote no ano 6, Judas da Galilleia seria praticamente um adolescente.

Basta cruzar as datas para verificar, e isto o povo não faz.

Um pouco sobre Judas da Galiléia:

Judas da Galileia serviu de base para a criação do Jesus deste novo testamento?

E seus irmãos, Simão e Tiago, seriam os dois ladrões?
Provavelmente, sim.

Sabemos que o Jesus deste novo testamento é inexistente, não tem histórico, e o conteúdo dos evangelhos tem uma linguagem de escrita relativo ao século III e IV.

Cruzando dados:

Atos 5:36, 37 e o historiador Flávio Josefo

36 Porquanto, há algum tempo surgiu Theudas pregando ser alguém, e aproximadamente quatrocentos homens se juntaram a ele.
Todavia, ele foi morto e todos os seus seguidores se dispersaram e acabaram em nada.

37 Depois dele, na época do recenseamento, apareceu Judas, o Galileu, que liderou um grupo revolucionário.
Ele, da mesma forma foi morto, e todos os seus companheiros.

Estaria este texto fora de ordem como ensinam os religiosos?

Não, o texto não está fora de ordem, primeiro, veio Teudas (Ano 46), depois, Judas da Galileia (Ano 47)

Na verdade eles confundem o povo dizendo que Judas da Galileia, é o mesmo Judas de Gamala, ou Judas o Zelote.
Porém este texto foi alterado com a finalidade de mandar o raciocínio para o ano 6

Veja o texto correto de Atos 5:37:

Depois dele, na época do recenseamento ROMANO, apareceu Judas, o Galileu, que liderou um grupo revolucionário. Ele, da mesma forma foi morto, e todos os seus companheiros.

Adulterado:

Depois dele, na época do recenseamento, apareceu Judas, o Galileu, que liderou um grupo revolucionário. Ele, da mesma forma foi morto, e todos os seus companheiros.

Notaram a diferença?

Simplesmente tiraram a palavra ROMANO.
E assim desviam o povo de um censo Romano realizado no ano 47, para o censo realizado na Síria e na Judeia no ano 6, cuja finalidade era cobrar impostos dos judeus, porem o censo do ano 47 foi Romano.

As bíblias antigas trazem o texto correto, com o passar dos tempos, ele mudam tudo que não bate com seus ensinamentos, no século 17 houve várias mudanças.
Agora vamos ao historiador Flavio Josefo:

O texto de Flavio Josefo foi adulterado e ensinado como verdadeiro, vejam:

“Foi no seu tempo que sobreveio a Jerusalém aquela grande carestia, na qual a rainha Helena mostrou a sua caridade.
Alexandre mandou crucificar Tiago e Simão, filhos de Judas, da Galiléia, quero dizer do Judas que na época em que Cirênio fazia o recenseamento dos judeus, incitou o povo a se revoltar contra Roma”.

Observe o destaque que deram para que o leitor grave e fique convencido:

“Quero dizer do Judas que na época em que Cirênio fazia o recenseamento dos judeus, incitou o povo a se revoltar contra Roma”.

Judas da Galileia, assim com Theudas, Ezequiel, Judas o Zelote, eram considerados mercenários, portanto seria uma noticia sem importância, porque então o motivo do destaque se o Judas do ano 6 foi outro?

Os filhos do Judas da Galileia foram: Simão, Jacob e Menahem

Vinte anos depois (Ano 67), Menahem criou uma revolta contra os romanos, foi preso e crucificado.

O livro de Flávio Josefo sofreu várias adulterações para reforçar a crença no cristianismo pagão romano.

É comum muitos dizer que Josefo escreveu sobre o Cristo, imagine Josefo escrever sobre um Cristo que seria criado 200 anos após a sua morte.

A quem querem enganar?

Texto correto:

“Foi nesse tempo que sobreveio a Jerusalém uma grande fome, na qual a rainha Helena comprou trigo e distribuiu ao povo. Alexandre mandou crucificar Judas da Galileia e seus irmãos Tiago e Simão por se revoltar e incitar o povo contra Roma”.

Este texto combina com Atos 5:37 aonde tiraram a palavra Romano.

Por isso alguém adulterou os escritos, isto prova que religião é uma politica interesseira.

Novo testamento: Mateus 13:55,56

Ora, não é este o filho do carpinteiro? O nome de sua mãe não é Maria, e o de seus irmãos: Tiago, José, Simão e Judas?

Não vivem entre nós suas irmãs?

Por outro lado, José o carpinteiro teve sete filhos: Salomé, Tiago, Ana, Judas da Galileia, Maria, Simão e José, aonde tudo se encaixa.

Portanto cabe a cada um analisar os fatos, analisar a data dos assuntos relacionados neste novo testamento.

Pois nunca houve igreja primitiva, nem cristianismo antes do século III.

Na verdade o povo segue uma montagem politica

Comentários