Satanás de Isaías 14:12 é o figurante Rei da Babilônia
Pregadores usam versículo isolado para ensinar errado


Restauração de Israel (Da escravidão Babilônica)

(Isto não é uma profecia, nunca houve em época alguma tais profecias, e nem poderia ter
uma vez que o Deus bíblico é um ídolo Cananeu (Deus ELhoim))

Na verdade um poema tipo prosa escrito por alguém

1 O Senhor terá compaixão de Jacó tornará a escolher Israel e os estabelecerá em sua própria terra.
Os estrangeiros se juntarão a eles e farão parte da descendência de Jacó.

2 Povos os apanharão e os levarão ao seu próprio lugar.
E a descendência de Israel possuirá os povos como servos e servas na terra do ­Senhor.
Farão prisioneiros os seus captores e dominarão sobre os seus opressores.

3 No dia em que o Senhor der descan­so do sofrimento, da perturbação e da cruel escravidão que sobre você foi imposta,

4 você zombará assim do rei da Babilônia:

Como chegou ao fim o opressor!
Sua arrogância acabou-se!

5 O Senhor quebrou a vara dos ímpios,
o cetro dos governantes

6 que irados feriram os povos com golpes incessantes
e enfurecidos subjugaram as nações com perseguição implacável.

7 Toda a terra descansará tranquila, todos irrompem em gritos de alegria.

8 Até os pinheiros e os cedros do Líbano alegram-se por sua causa e dirão:
"Agora que você foi derrubado, nenhum lenhador virá derrubar-nos!"

9 Nas profundezas o Sheol está todo agitado para recebê-lo quando chegar.
Por sua causa ele desperta os espíritos dos mortos, todos os governantes da terra.
Ele os faz levantar-se dos seus tronos, todos os reis dos povos.

10 Todos responderão e dirão a você:(Rei da Babilônia)
"Você também perdeu as forças como nós, e tornou-se como um de nós".

11 Sua soberba foi lançada na sepultura, junto com o som das suas liras; sua cama é de larvas, sua coberta, de vermes.

12 Como você (Rei da Babilônia) caiu dos céus, ó estrela da manhã, filho da alvorada! Como foi atirado à terra, você, que derrubava as nações!

13 Você, que dizia no seu coração:
"Subirei aos céus; erguerei o meu trono acima das estrelas de Deus; eu me assentarei no monte da assembleia, no ponto mais elevado do monte santo.

14 Subirei mais alto que as mais altas nuvens; serei como o Altíssimo".

15 Mas às profundezas do Sheol você será levado, irá ao fundo do abismo!

16 Os que olham para você admiram-se da sua situação, e a seu respeito ponderam:
"É esse o homem que fazia tremer a terra, abalava os reinos,

17 fez do mundo um deserto, conquistou cidades e não deixou que os seus prisioneiros voltassem para casa?"

18 Todos os reis das nações jazem honrosamente, cada um em seu próprio túmulo.

19 Mas você (Rei da Babilônia) foi atirado fora do seu túmulo, como um galho rejeitado; como as roupas dos mortos que foram feridos à espada; como os que descem às pedras da cova; como um cadáver pisoteado,

20 você (Rei da Babilônia) não se unirás a eles num sepultamento, pois destruiste a sua própria terra e mataste o seu próprio povo.
Nunca se mencione a tua descendência de malfeitores!

(Neste verso 21 o autor incentiva matança de inocentes)

21 Preparem um local para matar os filhos dele por causa da iniquidade dos seus antepassados; para que eles não se levantem para herdar a terra e cobri-la de cidades.

22 "Eu me levantarei contra eles", diz o Senhor dos Exércitos. "Eliminarei da Babilônia o seu nome (Rei da Babilônia) e os seus sobreviventes, sua prole e os seus descendentes", diz o Senhor.

23 "Farei dela um lugar para corujas e uma terra pantanosa; vou varrê-la com a vassoura da destruição", diz o Senhor dos Exércitos.

Comentários